6.2.08

entre a abertura e a clausura



a quantos estamos?
quantos estamos?
estamos?

3 comentários:

x disse...

Não sei quantos estamos.
Mas estamos...às vezes.
Não estamos...outras vezes.
E não estar, por vezes, é estar.
Quantas vezes a ausência é presença, o silêncio é dizer, o partir é ficar, o fugir é encontrar...
Não ser já é ser alguma coisa...

JS disse...

Infelizmente, muito longe de sermos e estarmos.
Vamos sendo e vamos estando!.
Não sei se alguma vez seremos e estaremos!.
Gostava de estar para poder ser.

mm disse...

estamos.
não importa a forma,
nem a manhã-tarde-noite.
importa que
confiamos
no estar
estarmos