27.4.08

em Abril águas mil

diziam-me que se olhasse, apontasse e contasse as estrelas teria cravos na mão. não recordo o que olhei, apontei ou contei para ter esta mão de cravos. entretanto espero que tenham cheiro e vontade, cor e história, sabor e saber.

1 comentário:

JS disse...

Bem regressada!
Não tinha eu, ainda idade de saber, e foi-me dito que "...nós só paramos para ganhar fôlego e "marrar!" com mais força!."